Bariri contrata nova OS para gerir pronto-socorro

A prefeitura de Bariri contratou, em caráter emergencial e temporário, nova organização social (OS) para administrar o pronto-socorro municipal. A empresa contratada é o Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde e Assistência Social (IDGT), de São Paulo. A informação é da assessoria de comunicação do Executivo.
A nova OS assumiu a administração do pronto-socorro da Santa Casa de Bariri, até então gerido pela Vitale. O contrato temporário fica vigente até a conclusão do processo de chamamento público, cuja previsão é entre 45 e 90 dias. Em transmissão ao vivo feita na tarde de ontem, o prefeito Paulo Henrique Barros de Araújo (PSDB) afirma que o atendimento no pronto-socorro foi normalizado.
Nos últimos dias, conforme noticiado pelo Comércio, funcionários do hospital entraram em greve por causa do atraso no pagamento dos salários de fevereiro. Diante da situação, a prefeitura de Bariri conseguiu a aprovação na Câmara da criação de cargos temporários de médicos e outros profissionais para manter as atividades do hospital e do pronto-socorro.
A reportagem tentou contatar na noite de ontem a presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Jaú e Região (Sindsaúde), Edna Alves, porém, sem sucesso.
Posted in Jornal 1ª Página.