Justiça em Bariri mantém pena de 10 anos a Dito Mazotti

A juíza da 1ª Vara de Bariri, Taiana Horta de Pádua Prado, manteve condenação do ex-prefeito de Bariri Benedito Senafonde Mazotti (PSDB) a dez anos, quatro meses e 12 dias de reclusão em regime inicial fechado, mas com direito de apelar em liberdade. O advogado de Mazotti, Wilson Germin, diz que irá recorrer da decisão.

O caso trata de processo por peculato e crime de responsabilidade ajuizado pelo Ministério Público (MP) contra o ex-prefeito, relacionado a possível uso político na entrega de medicamentos.

A magistrada havia condenado Mazotti à mesma pena em maio de 2016, no entanto, no fim de agosto deste ano o Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo, ao analisar recurso de apelação, anulou o julgamento da primeira instância de Bariri. O motivo é que o Judiciário local não apreciou um dos fundamentos da defesa: se as provas colhidas em oficina mecânica foram ou não legais.

 

fonte: www.jornalcandeia.com.br

Posted in Jornal 1ª Página.