Cartório Eleitoral de Bariri participa de Mutirão da Biometria

Cartório Eleitoral de Bariri fará plantão em três sábados de dezembro

A Justiça Eleitoral do Estado São Paulo realizará Mutirão da Biometria nos dias 2, 9 e 16 de dezembro (sábados) e também no dia 8, sexta-feira, feriado no Judiciário. A iniciativa tem o intuito de incentivar os eleitores do Estado a realizarem o cadastramento biométrico.

O Cartório Eleitoral de Bariri também participará do mutirão. A unidade localiza-se na Rua Francisco de Paula Carvalho, 41, no centro (perto da Santa Casa de Bariri).

Os eleitores que ainda não realizaram o procedimento poderão aproveitar a oportunidade e comparecer ao cartório das 9h às 18h. O atendimento será realizado por ordem de chegada, sem necessidade de agendamento.

O mutirão atenderá, ainda, o eleitor que precisa tirar o título de eleitor pela primeira vez ou fazer a transferência do seu domicílio eleitoral. Nesses casos, o eleitor também terá coletada a sua biometria.

Segundo o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), desembargador Mário Devienne Ferraz, “o intuito da iniciativa é aumentar a capacidade de atendimento da Justiça Eleitoral e, principalmente, garantir mais uma facilidade para os eleitores realizarem o cadastramento biométrico”.

O eleitor deve levar documento oficial de identificação com foto, comprovante de residência recente em seu nome e título eleitoral, se tiver.

A biometria é uma tecnologia que confere mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. O leitor biométrico da urna eletrônica confirma a identidade de cada pessoa por meio das impressões digitais, armazenadas em um banco de dados da Justiça Eleitoral e transferidas para as urnas eletrônicas.

Falsa

Em razão de informações que circulam em aplicativos de mensagens, como o Whatsapp, a Justiça Eleitoral esclarece que é falsa a notícia de que os eleitores que não comparecerem ao cadastramento biométrico até 7 de dezembro serão multados em R$ 150,00

Em São Paulo, 85 cidades (Bariri não está entre elas) passam pelo cadastramento biométrico obrigatório e o eleitor que não comparecer nos prazos estabelecidos terá o seu título cancelado.

Com o título cancelado, o eleitor não poderá tirar passaporte, tomar posse em cargo público, matricular-se em estabelecimento oficial de ensino e obter empréstimo em bancos públicos, entre outros impedimentos.

Nos demais municípios onde a biometria já foi adotada, mas o cadastramento ainda não é obrigatório, como em Bariri, ainda não há prazo final estabelecido para o comparecimento dos eleitores, contudo, a Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores se adiantem e façam sua biometria para evitar filas no futuro.

 

fonte: www.jornalcandeia.com.br

Posted in Jornal 1ª Página.